Cartas de vinhos inesquecíveis: publicação britânica premia melhores cartas de restaurantes e bares

Com a redução dos impactos da pandemia de COVID-19 e consequente retorno das viagens, inclusive internacionais, quem gosta de descobrir e visitar outros países e cidades pode agora sorrir. E, para quem adora viajar e curtir também uma boa garrafa de vinho, conhecer restaurantes e bares com boas cartas de vinho pode fazer a diferença. Pensando nisso, a publicação britânica World of Fine Wine divulgou esta semana a premiação das melhores cartas de vinhos de bares e restaurantes do mundo, referente ao ano de 2021.

Além de classificar os estabelecimentos participantes com uma escala que vai de uma a três estrelas para suas cartas de vinho, a publicação também premiou os destaques do ano. São 20 categorias distintas, considerando vários critérios, como tamanho das cartas de vinhos, tipo de estabelecimento, faixa de preços e destaques também para cartas de destilados e saquês. A seguir, os destaques nas principais categorias.

Melhor carta longa de vinhos

Participam desta categoria os estabelecimentos com carta de vinhos com mais de 500 alternativas diferentes, sempre considerando somente o tamanho padrão de garrafa, de 750ml. O destaque em 2021 ficou com o restaurante Royal Mail Hotel, localizado em Dunkeld, na Austrália. Sua adega de vinhos contém cerca de 25.000 garrafas, com uma carta de 3.700 rótulos diferentes.

Melhor carta média de vinhos

Nesta categoria são considerados os estabelecimentos com carta de vinhos que inclua entre 200 e 500 rótulos distintos. Em 2021, o vencedor foi o restaurante Kinship, em Washington DC, nos Estados Unidos. Segundo a publicação, a carta deste restaurante  apresenta vinhos das principais regiões do mundo, com foco em Estados Unidos e França, incluindo vinhos mais antigos, bem como vinhos de pequenos produtores que são lançados em quantidades limitadas.

Melhor carta pequena de vinhos

As cartas destes estabelecimentos trazem entre 100 e 200 rótulos diferentes. O vencedor em 2021 foi o restaurante Cocoro, em Auckland, na Nova Zelândia. Sua carta abrange vinhos da Nova Zelândia e de outras partes do mundo, com ênfase em exemplares orgânicos/biodinâmicas, além de uma ampla gama de saquê japonês.

Nesta categoria, o restaurante escolhido como destaque na região América de Sul e Central foi o Oteque, do chefe Alberto Landgraf, que fica no Botafogo, no Rio de Janeiro.

Melhor micro carta de vinhos

Participam desta categoria os estabelecimentos com lista de vinhos com menos de 100 rótulos distintos ou menos de quatro páginas. Em 2021, o vencedor foi o Contento Restaurant, no East Harlem em Nova York. Além de uma excelente carta de vinhos, destaque para a proposta do restaurante: ele é administrado e conta com um quadro de colaboradores composto apenas por pessoas com alguma deficiência.

Melhor carta com vinhos locais

Esta categoria premia os restaurantes que trazem a melhor carta de vinhos da sua região, dando valor à produção e vinicultores locais. Neste ano, a premiação ficou com a Antica Bottega del Vino, um restaurante com foco em especialidades vênetas, localizado em Verona, na Itália. Conta com mais de 18.000 garrafas na adega, com uma carta que representa um total de 4.500 rótulos de todo o mundo, mas com importante destaque regional.

Melhor carta com vinhos regionais, mas fora de sua região de origem

Assim como a categoria anterior, premia os estabelecimentos com uma carta de vinhos mais focada em uma região. Neste caso, porém, o restaurante fica fora da região de foco. Em 2021, a premiação foi para o restaurante Wallsé, que fica em Nova York, porém com foco em especialidades austríacas.

A carta de vinhos mais original

Focando em estabelecimentos com cartas de vinhos originais e diferenciadas, novamente a escolha ficou com um restaurante que fica em Nova York. O escolhido em 2021 foi o Terroir Tribeca. Também nesta categoria, o destaque na região América de Sul e Central ficou com o Oteque.

Melhor carta em termos de custo-benefício

Para quem não quer gastar demais, existe também uma categoria que leva em conta a relação custo-benefício dos vinhos oferecidos. O restaurante Wild Ginger, em Seattle, nos Estados Unidos, foi premiado em 2021. Sua carta de vinhos traz diversas opções que harmonizam bem com sua cozinha do Sudeste da Ásia, sobretudo sua seleção de Riesling, Gewürtztraminer e Pinot Noir.

Cartas estreladas no Brasil

Dentre os oito estabelecimentos da América do Sul e Central que receberam três estrelas pelas suas cartas de vinhos, dois são brasileiros: Tastevin, em Belo Horizonte, e Olivetto, em Campinas. Entre os critérios usados nesta seleção, estão amplitude, profundidade, tamanho, equilíbrio, seleção, precisão, originalidade, adequação, design e valor.

Vale lembrar que apenas os restaurantes e bares que fizeram inscrição para a premiação participaram e concorreram. Desta forma, não fique surpreso se não encontrar alguns restaurantes cuja lista de vinhos você admira. Fica a torcida para esta lista aumente, trazendo mais bares e restaurantes para a avaliação.

Demais categorias e vencedores

Abaixo a lista das das demais categorias:

Melhor Carta de Vinhos por Taça (Com Coravin®)  – Lecture Room & Library

Melhor Carta de Vinhos Por Taça (Sem Coravin®) – Ortega Fish Shack

Melhor Seleção de Champanhe & Espumante do Mundo – Domaine les Crayères

Melhor Seleção de Saquê (fora do Japão) – Chedi Andermatt

Melhor Seleção de Destilados no Mundo – Charred Kitchen & Bar

Melhor Seleção de Sobremesa & Vinhos Fortificados do Mundo – Atrio

Melhor Carta de Vinhos de Wine Bar – Bubbles & Wines

Carta de Vinhos Melhor Projetada – Grand Hôtel

Melhor Nova Carta  de Vinhos – Temperance Wine Bar

Melhor Carta de Cruzeiros/ Navios  – The World

Fonte: World of Fine Wine

Imagem: Matteo Orlandi via Pixabay

O post Cartas de vinhos inesquecíveis: publicação britânica premia melhores cartas de restaurantes e bares apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.