Clisson 2017, Domaine de la Pépiere

Marc Ollivier fundou a Domaine de la Pépiere em 1984, contando com apenas sete hectares de vinhedos. A partir deste início modesto, a trajetória de crescimento foi acelerada nas últimas décadas, sobretudo após a entrada de Remi Branger e Gwénaëlle Croix na vinícola. Isso contribuiu para a que a área de vinhedos, cultivados e certificados orgânicos desde 2007, superasse 40 hectares atualmente.

Mas do que quantidade, porém, os avanços foram significativos na busca da alta qualidade. Juntamente com outros vinhateiros locais, a Domaine de la Pépiere foi uma das pioneiras na defesa do conceito de vinhedos Crus Communaux. De uma certa forma similar ao que é comum em outras regiões francesas, como a Borgonha, por exemplo, vinhedos de terroirs específicos receberam esta classificação. Inicialmente, três vinhedos foram reconhecidos e passaram a usar uma indicação geográfica complementar (Clisson, Gorges e Le Pallet), mas atualmente já são dez no total.

O Clisson 2017 foi elaborado a partir de vinhas velhas (média de 60 anos) do vinhedo de mesmo nome, cultivadas de forma orgânica e com uso de princípios biodinâmicos. Além disso, os vinhos deste vinhedo, de solo com base de granito, têm uma limitação na produtividade, contida a 45 hectolitros por hectare, contra 55 hl/ha na denominação de origem Muscadet Sèvre-et-Maine. Na vinificação, após prensagem suave, as uvas foram fermentadas com leveduras indígenas em tanques de cimento revestido. O vinho recebeu leve adição de sulfitos e seguiu nestes recipientes por pelos menos 24 meses com suas lias, sendo engarrafados após leve filtração.

Degustando

Um vinho que evidencia a qualidade e complexidade que a Melon de Bourgogne pode atingir em terroirs privilegiados e vinificação de baixa intervenção. No visual, mostrou coloração amarelo palha, com reflexos verdeais, enquanto o olfativo foi marcado por aromas de cítricos e de frutas brancas, com notas de pedra molhada e maresia.

Na boca, um vinho de alta acidez, ótima estrutura, muita potência para esta varietal e textura bem marcada. Apesar de sua intensidade no paladar, se mostrou fresco, direto e vertical, certamente deverá seguir evoluindo muito bem para trazer ainda mais camadas. Um excelente custo-benefício, é trazido para o Brasil pela Cave Leman e era oferecido no site da importadora a R$ 256 em janeiro de 2022.   

Nome do VinhoClisson Safra2017Produtor Domaine de la PépiereEnólogosMarc Ollivier, Rémi Branger, Gwénaëlle CroixUva Melon de BourgogneSoloGranitoGraduação Alcoólica12%Sede da vinícolaMaisdon sur Sèvre (Loire-Atlantique)DenominaçãoMuscadet Sèvre-et-MainePaísFrançaAgriculturaOrgânica/BiodinâmicaVinificaçãoBaixa IntervençãoImportador no BrasilCave Leman

O post Clisson 2017, Domaine de la Pépiere apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.