Domaine Berthaut-Gerbet: uma nova geração impulsionando qualidade e finesse

Se não faltam produtores de excepcional qualidade na Borgonha, há sempre espaço para novas estrelas. E uma vinícola que vem ganhando crescente atenção nos últimos anos é a Domaine Berthaut-Gerbet. Comandada desde 2013 pela competente Amélie Berthaut, atualmente oferece uma gama ampla de vinhos de alta qualidade, elaborados a partir de diversos vinhedos ao longo de toda a Côte de Nuits.

Além da qualidade na vinificação, com menos extração do que no passado e uma postura não intervencionista desde a entrada de Amélie no comando, a Berthaut-Gerbet também se destaca no cuidado com os vinhedos.  Em 2017, Nicolas Faure, marido de Amélie, juntou-se à vinícola como responsável pelos vinhedos, depois de ter experiência na JL Chave, Domaine de la Romanée-Conti e Prieuré-Roch.

Amélie Berthaut

Um pouco de história

A família Berthaut, sediada em Fixin, tem uma longa tradição na viticultura desde o final do século XVII, passando a engarrafar seus vinhos desde a época da Segunda Guerra Mundial. A partir de 1974 Vincent e Denis Berthaut (enólogo por treinamento) expandiram a propriedade, comprando diversas parcelas em Fixin, incluindo em climats Premier Cru.

Outro passo importante veio a partir de 2013, com a Amélie assumindo a responsabilidade da vinícola. Em 2015, o controle sobre os vinhedos em Fixin e cercanias foi consolidado com diversas parcelas provenientes da mãe de Amélie. Por conta da parcela de vinhedos herdada por Marie-Andrée Gerbet (da Domaine François Gerbet, sediada em Vosne-Romanée), a gama de vinhos aumentou de forma substancial.

Agricultura e vinificação

Atualmente, a Berthaut-Gerbet controla cerca de 18 hectares de vinhedos, principalmente em Fixin, mas também em Gevrey-Chambertin, Vosne-Romanée e Flagey-Echezeaux. Cerca de 90% dos vinhedos são plantados com Pinot Noir, com os demais divididos entre Chardonnay e Aligoté. Usando diversas técnicas orgânicas, as videiras são cultivadas de acordo com os princípios da agricultura sustentável. Em 2020, por exemplo, uma safra mais quente e sem pressão de doenças fúngicas nos vinhedos, o cultivo foi todo feito seguindo princípios orgânicos.

Na vinificação, a Berthaut-Gerbet, desde a entrada de Amélie, procura adotar critérios de baixa intervenção. Durante a fermentação, são usadas somente leveduras indígenas, com baixa extração. Há uso de cachos inteiros, dependendo da cuvée e não há adição de produtos ao vinho, com exceção de uma dose pequena de sulfitos. A fermentação é realizada em tanques de cimento, com maloláctica e estágio em barris de carvalho para os tintos, com pequena proporção de barricas novas.  

Vinhedos e vinhos

Por conta da união dos vinhedos de duas tradicionais famílias da Côte de Nuits, a Berthaut-Gerbet conta com uma excelente diversidade de vinhedos, muitos dos quais situados em áreas nobres da Borgonha. Possui parcelas em vinhedos Grand Cru, em Clos Vougeot e Echézaux, com diversos blocos em climats Premier Cru. Destaque para as áreas em Vosne-Romanée (Les Petits Monts e Suchots), Chambolle -Musigny (Les Plantes), Gevrey-Chambertin (Les Cazetiers e Lavaux Saint-Jacques) e Fixin (Les Arveletes e Les Hervelets).

Seus vinhos exprimem muito bem o terroir. De um lado, mais potência e presença de frutas negras naqueles originários de Fixin e Gevrey-Chambertin. De outro, a elegância e finesse nas cuvées elaboradas a partir dos vinhedos em Vosne-Romanée e Chambolle Musigny. Além de seus Grands Crus, destaque para os Premier Crus Les Petits Monts, Les Cazetiers, Lavaux Saint-Jacques e Les Arvelettes.

De forma geral, mesmo refletindo muito bem as origens de suas uvas, são vinhos que mostram delicadeza e elegância, com a preocupação em trazer taninos de qualidade e profundidade. Certamente uma estrela ascendente na Borgonha, Amélie parece ter uma trajetória brilhante à frente. Quando perguntada sobre qual safra a deixou mais satisfeita, rapidamente respondeu “nunca estou satisfeita”.   

Nome da VinícolaDomaine Berthaut-GerbetOrigemFim do século XVIIIWebsite https://www.berthaut-gerbet.com/EnólogaAmélie Berthaut UvasPinot Noir, Chardonnay, Aligoté Área de Vinhedos18 haSede da VinícolaFixin (Bourgogne-Franche-Comté) DenominaçõesChambolle-Musigny, Clos Vougeot, Echézeaux, Fixin, Vosne-Romanée, Gevrey- Chambertin, Hautes Côtes de Nuits, Côte de Nuits Villages, Bourgogne, Bourgogne AligotéPaísFrançaAgriculturaSustentávelVinificaçãoBaixa Intervenção

Fontes: Inside Burugundy, Jasper Morris; site da vinícola; entrevista com a produtora

Imagens: Arquivo pessoal

O post Domaine Berthaut-Gerbet: uma nova geração impulsionando qualidade e finesse apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.