Estimativas mostram queda menor na safra francesa de 2021: conheça as maiores regiões produtoras

A safra 2021 na França, ao menos do ponto de vista de qualidade, foi decepcionante. Por conta de eventos climáticos extremos, como fortes geadas em abril e chuvas torrenciais durante o verão, a expectativa inicial era de uma quebra de safra quase sem precedentes. Estimativas divulgadas no final de 2021 indicaram uma queda de 27% em relação ao ano anterior, para 34,2 milhões de hectolitros.

No entanto, o estrago parece ter sido menor do que o inicialmente previsto. Novos dados divulgados no início de 2022 mostram que a França produziu 37,5 milhões de hectolitros de vinho em 2021, uma redução de aproximadamente 20% em relação ao ano anterior. Na média em relação às seis safras anteriores, a queda foi de 13%.

Grande diferença entre regiões

Até por conta do diferente impacto das variáveis climáticas sobre as diversas regiões francesas, o desempenho da produção variou bastante ao redor da França. Os vinhedos de Val de Loire-Centre e Bourgogne-Beaujolais-Savoie-Jura apresentaram as quedas mais significativas em volumes, em torno de 34%, na comparação com a safra anterior. 

Champanhe, Languedoc-Roussillon e o Sudoeste oscilaram menos, com baixas entre 20% e 25% na produção. A parte sudeste do país foi a mais preservada, inclusive com regiões mostrando produção maior do que em 2020, como a Provence. Também a região de Charentes, de onde saem as uvas para a fabricação de conhaques, foi menos atingida. Com isso, acabou fechando como a principal região produtora de vinho da França em 2021, superando Languedoc.

Para ver em mais detalhe o desempenho das diversas regiões, vale a pena consultar o infográfico abaixo:

Fontes: Vitisphere

Imagem: Pierre Blaché via Pixabay

O post Estimativas mostram queda menor na safra francesa de 2021: conheça as maiores regiões produtoras apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.