O escolhido entre seus pares: saiba quem foi eleito o “enólogo dos enólogos” em 2022

Não são somente os consumidores ou enófilos que têm suas preferências de produtor ou vinícola, quando apreciam grandes vinhos. Também os próprios vinhateiros ou enólogos dão destaque ao trabalho de alguns de seus pares, que acabam sendo conhecidos como enólogos dos enólogos”. É um reconhecimento especial, afinal de contas, representa a opinião de quem elabora vinhos.

Desde 2011, o Institute of Masters of Wine e a publicação The Drinks Business anunciam a premiação Winemakers’ Winemakers. Os votantes são muito bem selecionados: incluem somente os Masters of Wine (reconhecido como o principal diploma sobre vinho no mundo) que atuam como vinhateiros ou enólogos, além dos profissionais que já receberam esta premiação anteriormente.

Ganhadores anteriores

A relação de ganhadores deste prêmio é muito restrita, mas inclui alguns dos mais respeitados profissionais envolvidos na elaboração de vinhos no mundo. O primeiro a receber esta comenda, em 2011, foi Peter Sisseck, dinamarquês responsável pela espanhola Domínio de Pingus. Nos anos seguintes, se juntaram ao grupo: Peter Gago (Penfold´s, 2012), Paul Draper (Ridge Vineyards, 2013), Anne-Claude Leflaive (2014), Egon Müller (2015), Alvaro Palacios (2016), Eben Sadie (2017), Jean-Claude Berrouet (Château Pétrus, 2018) e Angelo Gaja (2019).

Por conta da pandemia, não houve premiação em 2020 e 2021. Mas 2022 já começou com um novo premiado:  Jean-Louis Chave, parte da décima-sexta geração da família que, há vários anos, fundou a Domaine Chave. Uma das vinícolas de referência do Vale do Rhone, a Chave produz alguns dos mais incríveis vinhos da denominação de origem Hermitage.

Conheça o vencedor

Após concluir sua graduação na Universidade de Connecticut e obter diploma em enologia na UC Davis na Califórnia, Jean-Louis assumiu o comando da enologia da tradicional família, que produz vinhos no norte do Vale do Rhône há mais de 500 anos. O destaque fica com seus Hermitage, já que possuem 15 hectares de videiras na famosa colina.

Após Jean-Louis assumir a posição de seu pai Gérard em 1992, ele decidiu expandir os negócios da família. Replantou vinhedos que haviam sido abandonados depois da filoxera na denominação Saint-Joseph e também iniciou atividades como micro-négociant, através do selo JL Chave Selection.

Ao receber o prêmio, Jean-Louis Chave disse: “Estou muito orgulhoso de ganhar este prêmio, especialmente vindo dos Masters of Wine que eu admiro tanto. É impossível fazer um vinho de um vinhedo que não te inspire, e um bom enólogo deve dar uma noção do lugar em seu vinho. É mais do que uma técnica, é uma compreensão profunda do terroir e sua história, que eu tento expressar em meus vinhos.”

Fontes: Institute of Masters of Wine; The Drinks Business

Imagem: Arek Socha via Pixabay

O post O escolhido entre seus pares: saiba quem foi eleito o “enólogo dos enólogos” em 2022 apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.