Vermentino: conheça uma das uvas que mais vem ganhando espaço na Europa

Uma uva que vem ganhando, nas últimas décadas, presença de forma muito rápida nos vinhedos europeus. Embora ainda exista muita discussão sobre sua origem, a Vermentino tinha, a poucas décadas, grande parte de seus vinhedos concentrada nas ilhas mediterrâneas da Sardenha e Córsega. Atualmente, porém, é uma das uvas que mais vem ganhando espaço no Mediterrâneo Ocidental, sobretudo no Languedoc-Roussillon francês e no centro-oeste da Itália.

As razões para essa rápida expansão? Em primeiro lugar, é uma variedade que mostra grande capacidade de adaptação a diferentes ambientes de cultivo, sobretudo dentro do contexto de aquecimento global. Além disso, pode tanto ser usada na elaboração de vinhos monovarietais como também em cortes, sobretudo com cepas internacionais.

Origem e histórico

Não há consenso sobre a origem da Vermentino. De um lado, há quem acredite que ela seja originária do noroeste da Itália, possivelmente da Liguria ou mesmo do Piemonte, onde é conhecida como Favorita. Por outro lado, há quem aposte que ela seja originária da Espanha, tendo chegado à Córsega na época em que a região era controlada pela Coroa espanhola.

Por muito tempo ela ficou restrita à Sardenha e Córsega, com pequenos bolsões plantados também na Liguria, Toscana e Piemonte, além da Provence francesa, onde é chamada de Rolle. Nos últimos anos, porém, o que se viu foi um rápido aumento de sua área plantada. Na França, por exemplo, existiam cerca de 2.800 hectares de vinhedos de Vermentino em 1998, área que passou a mais de 6.300 hectares em 2018.

Características e vinhos

A Vermentino é uma uva que mostra grande versatilidade, se adaptando muito bem ao clima Mediterrâneo, embora também existam experiências bem-sucedidas de cultivo em países como Austrália, Argentina e Estados Unidos. Possui cachos de tamanho médio, com compactação também média, com grãos grandes e formato arredondado. As cascas são de espessura média, com coloração verde amarelada.

Seus vinhos costumam ser secos, leves e frescos, geralmente apresentando acidez marcante, com notas de amêndoas no retrogosto. Os aromas dominantes são de maçã verde, pêssego, casca de limão, ervas secas. Eles são muitas vezes acrescidos de notas salinas, já que boa parte de seus vinhedos são em regiões próximas ao mar. As características podem mudar quando o vinho passa por fermentação malolática, perdendo parte da tensão e ganhando mais untuosidade na boca

Área plantada e nomes alternativos

Segundo dados da OIV, a área plantada de Vermentino ao redor do mundo, em 2015, era de 11.155 hectares. A grande maioria destes vinhedos (cerca de 98% da área plantada) situava-se na Itália e França. Na Itália eram 5.625 hectares (50,4%), enquanto a França contava então com 5.378 hectares (48,2%). Porém, por conta do acelerado crescimento dos vinhedos na França nos últimos cinco anos, sobretudo no Languedoc-Roussillon, a Itália deve perder a liderança quando da divulgação de estatísticas mais recentes

Concentrada sobretudo no oeste do Mediterrâneo, a Vermentino é conhecida também por outros nomes, além de Rolle e Favorita, com destaque para Pigato, como é chamada na Liguria. Os demais nomes, segundo o catálogo da Universidade da California – Davis, são: Agostenga, Agostegna blanc, Brustiano bianco, Carbes, Carbesso, Favorita bianca, Fourmentin, Formentino, Fourmentin, Garbesso, Grosse Clarette, Malvasia bianca, Malvasia grossa, Malvoisie, Malvoisie à Gros Grains, Malvoisie Corse, Malvoisie de Corse, Malvoisie Précoce d’Espagne, Piccabon, Piga, Rossese, Sibirkovski, Uva Sapaiola, Uva Vermentino, Valentin, Varlentin, Varresana bianca, Vennentino, Veressana bianca, Verlantin, Vermentino bianco e Vermentino Pigato.

Fontes: Foundation Plants Services Grapes, UC Davis; Distribution of the World´s Grapevine Varieties, OIV; Confronto tra cloni di Vermentino: valutazione di 12 selezioni francesi per l’ambiente di coltivazione della Sardegna; Plantgrape, WineFolly; Quattrocalici

O post Vermentino: conheça uma das uvas que mais vem ganhando espaço na Europa apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.