Vinhos tintos ou brancos: conheça a proporção de vinhedos no Brasil e ao redor do mundo

Você prefere vinhos tintos ou brancos? Esta é uma pergunta bastante frequente e a resposta varia bastante dependendo, sobretudo, dos gostos pessoais. Mas há um outro elemento a ser levado em conta: qual a disponibilidade de uvas tintas e brancas. Existem regiões que se especializaram no cultivo de uvas tintas, enquanto outras privilegiaram as brancas.

A nível mundial, as uvas tintas levam uma pequena vantagem. De acordo com dados de 2016, as tintas representam 56,4% dos vinhedos do mundo, com o restante plantado com uvas brancas. Nos países do Velho Mundo, o equilíbrio é maior, com as tintas correspondendo a 53,4% da área plantada. Já no Novo Mundo, sobretudo nas Américas, a proporção de uvas tintas é muito maior, atingindo 65,3%. Ou seja, para cada hectare plantado com uvas brancas, há quase dois de tintas.

Brasil no extremo

Retornando à nossa pergunta inicial, a possibilidade de a resposta indicar a preferência por uvas tintas no Brasil é grande. Curiosamente, apesar de nossas condições climáticas e culinária favorecerem mais o consumo de vinhos brancos, o brasileiro tem uma clara preferência por vinhos tintos.

E esta preferência se reflete também na área plantada no Brasil. Dentro de um grupo de 53 países analisados em um estudo publicado em 2020, o Brasil aparece na quinta posição no que diz respeito à proporção de uvas tintas. Segundo estes dados, o Brasil apresentava 84,3% de seus vinhedos plantados com uvas tintas. Se apenas os 20 maiores produtores mundiais forem considerados, o Brasil ficaria em segundo lugar, comente atrás da China.

E o nosso terroir?

De forma geral, regiões mais quentes tendem a mostrar maior proporção de vinhedos plantados com uvas tintas, o que ajudaria a explicar o enorme desequilíbrio no plantio de uvas por aqui. Porém, o Brasil é um caso peculiar, pois boa parte de nossa produção é concentrada em áreas com maior altitude e mais frias, que acabam também sendo adequados para uvas brancas.

E o terroir das principais regiões produtoras brasileiras, sobretudo a Serra Gaúcha, mostra isso. O Brasil vem mostrando progressos significativos na produção de espumantes, considerados de boa qualidade e com competitividade até no mercado externo. E boa parte destes espumantes é elaborada com uvas brancas.

Além disso, o sucesso na produção de espumantes acaba também afetando a produção de vinhos brancos. Na hora de segmentar os vinhos elaborados no Brasil, a proporção de vinhos brancos tranquilos (não espumantes) é ainda menor do que sugerem os dados de área plantada.

Novo Mundo e as uvas tintas

Assim como no Brasil, nos demais países do Novo Mundo parece haver uma clara preferência por uvas tintas. Na América do Sul, países como Uruguai (81,2%), Chile (69,4%) e Argentina (62,7%) cultivam muito mais uvas tintas que brancas. O mesmo ocorre em outros países com grande produção de vinhos, como Estados Unidos (63,9%) e Austrália (63,5%).

As exceções acabam sendo a África do Sul, onde apenas 44,4% dos vinhedos são dedicados às uvas tintas e à Nova Zelândia, com somente 22,1%. Aliás, o país da Oceania é aquele, dentre os 20 maiores produtores de vinho do mundo, com maior proporção de vinhedos de uvas brancas. Isso resulta de suas condições climáticas e do incrível sucesso internacional obtido pelos seus vinhos elaborados a partir da Sauvignon Blanc.

Maior equilíbrio no Velho Mundo

Embora com uma proporção mais equilibrada, as uvas tintas também dominam os vinhedos dos três maiores produtores mundiais de vinho, todos localizados na Europa. Na Itália, a proporção atinge 54%, enquanto na França chega a 65,5% e na Espanha a 53,1%. Portugal também dá um peso maior para as tintas, que respondem por 64,8% de seus vinhedos.

Já as uvas brancas ganham maior participação em países de clima mais frio, considerados mais propícios para seu cultivo. Na Alemanha, as uvas tintas respondem por apenas 36,2% dos vinhedos, proporção que cai para 33,7% na Áustria e 29,9% na Hungria.

Fonte: Database of Regional, National and Global Winegrape Bearing Areas by Variety, Anderson & Neigen

Imagem: Shutterbug75 via Pixabay

O post Vinhos tintos ou brancos: conheça a proporção de vinhedos no Brasil e ao redor do mundo apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.