El Bandito Cortez 2019, Testalonga

Cortez é um dos cuvées da linha El Bandito, que concentra os vinhos mais bem avaliados da vinícola Testalonga. Seu criador, o enólogo Craig Hawkings, é um dos destaques da nova geração de vinhateiros sul-africanos, aparecendo como um dos responsáveis por colocar a região de Swartland no mapa da viticultura mundial.

Este monovarietal de Chenin Blanc é um exemplo do potencial que esta variedade mostra na África do Sul, que atualmente concentra mais de 50% da área plantada desta uva ao redor do mundo. O vinho foi elaborado a partir de uvas de um vinhedo plantado em 1972 e cultivado desde 2001 de acordo com os princípios da agricultura orgânica.  As videiras foram plantadas em solo de arenito em base granítica, sem irrigação (dry-farming, ou secano).

Na vinificação, foi adotada a técnica de maceração com cachos inteiros, com fermentação espontânea sem adição de leveduras ou qualquer outro aditivo. Foi fermentado e envelhecido em uma combinação de um foudre de 3.500 litros e tanque de aço inoxidável, por seis meses. O vinho não passou por colagem, com leve filtragem e mínima adição de sulfitos antes do engarrafamento.

Degustando

Um daquels vinhos que vale a pena degustar algumas vezes, até para testar sua evolução.

Notas de dezembro de 2020: Coloração amarelo brilhante no visual, trouxe uma boa complexidade aromática no olfativo. Muita presença mineral (giz, talco) acompanhada por notas de flores brancas, mel, frutas cítricas (lembrou cajá) e toques de leveduras.

Na boca, um vinho muito fresco e direto, vertical e elétrico. Acidez elevada e corpo médio, mostrou bom equilíbrio e um toque salino no retrogosto. Certamente vai se beneficiar de mais alguns anos na garrafa, ainda muito jovem para fazer jus ao seu potencial.

Notas de junho de 2020: O vinho mostrou uma excelente evolução em 18 meses e certamente deve ganhar ainda mais personalidade com mais algum tempo de garrafa. Manteve a coloração no visual, mas o olfativo já passou a mostrar muito mais complexidade e tipicidade. Além das notas minerais, ganharam peso aromas de flores secas, maçã seca, com leve oxidativo, lembrando amêndoa.

No gustativo, seguiu mostrando acidez cortante, mas muito mais bem integrada. As notas salinas continuaram em destaque, mas o vinho ganhou mais textura e densidade, se mostrando bem seco, com fruta discreta, mas presente. Fechou com um toque de maçã seca no retrogosto. Já mostrando suas qualidades! Importado para o Brasil pela Wines4U, era vendido a R$ 349 em 2020, mas já está esgotado.

Nome do VinhoEl Bandito CortezSafra2019 Produtor Testalonga EnólogoCraig Hawkins Uva Chenin BlancSoloArenitoGraduação Alcoólica12,5%RegiãoEendekuil (Western Cape)DenominaçãoSwartlandPaísÁfrica do SulAgriculturaOrgânicoVinificaçãoNaturalImportador no BrasilWines4U

O post El Bandito Cortez 2019, Testalonga apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.