WineFun avalia: “Ancient Wine: The Search for the Origins of Viniculture”

A história do vinho é fascinante, mas até alguns anos, boa parte dela era envolvida em uma névoa. Se, a partir da época do Império Romano, existem diversos cronistas descrevendo tanto os métodos de agricultura como as técnicas de vinificação, o que veio antes disso ainda era cercado de mistérios. Porém, diversos avanços da ciência, sobretudo no campo da arqueologia molecular, somados aos esforços de alguns pesquisadores, estão rapidamente encontrando as peças que faltavam neste quebra-cabeça.

E um dos nomes mais respeitados na arqueologia molecular é o do professor Patrick McGovern. Autor de inúmeros artigos publicados em algumas das principais revistas científicas mundiais, ele compilou parte de sua obra em um livro, lançado originalmente em 2003, mas atualizado regularmente desde então. O nome desta fascinante viagem pela história do vinho já diz tudo:  Ancient Wine: The Search for the Origins of Viniculture (que pode ser traduzido como “Vinhos Antigos: a Busca pelas Origens da Vinicultura.

O autor

Patrick McGovern é professor e diretor do departamento de arqueologia biomolecular da Universidade da Pensilvania, nos Estados Unidos. Além desta obra, é também autor de Uncorking the Past, uma investigação sobre a história das bebidas alcóolicas, e de Ancient Brews, com foco em bebidas fermentadas. Seu interesse na área o levou também a participar de projetos recriando bebidas da Antiguidade, juntamente com a cervejaria Dog Fish Head Brewery.

Por conta de sua especialização e longa experiência na arqueologia, ganhou o apelido de Indiana Jones do Vinho, e segue sendo uma das principais referências da história das bebidas alcóolicas, sobretudo quando se leva em consideração o papel do álcool em civilizações antigas.

O livro

A obra é organizada de forma cronológica, começando com os indícios de elaboração e consumo de vinho e outros fermentados desde a Idade da Pedra até a Grécia Antiga. São 12 capítulos distintos, analisando de forma profunda as evidências encontradas desde a origem do vinho, no sul do Cáucaso, passando por babilônios, egípcios, hititas, persas e fenícios, entre outros.

O livro também discute em detalhes as principais teorias que buscam explicar como a vinicultura saiu do Cáucaso e chegou à Europa. Ele lançou o conceito da Hipótese de Noé, que foi posteriormente apontada como a mais provável. A obra também traz alguns conceitos básicos de arqueologia molecular e sua aplicação, tanto atualmente como no futuro.

A obra ainda não foi traduzida para o português, mas está atualmente disponível no original também no Brasil. No site da Amazon, era encontrado a preço promocional de R$ 104 em janeiro de 2022, o que o faz um excelente custo-benefício.

Avaliação

Apesar de ser um livro repleto de conteúdo mais técnico, certamente pode agradar também a um público mais leigo com interesse pelo tema. São mais de 600 páginas de texto, mapas e gravuras, permeando as descobertas arqueológicas com muito conteúdo histórico, desde relatórios oficiais da época até contos e mitologia.

Para quem quer se aprofundar no estudo dos primórdios da vinicultura, aparece como uma leitura obrigatória. Porém, não é de leitura tão fácil, até por exigir do leitor alguns conhecimentos de história antiga e geografia. Se você tiver tempo, dominar bem o idioma inglês e não tiver problema com termos técnicos, certamente uma leitura recomendada. Pela diversidade de conteúdos e profundidade de análise, recebe quatro taças dentro da escala de cinco taças da WineFun.

Nome do LivroAncient Wine: The Search for the Origins of VinicultureTítulo OriginalAncient Wine: The Search for the Origins of VinicultureAutorPatrick McGovernLançamento Original2003EditoraPrinceton University Press; Reprint (2019)IdiomaInglêsPáginas464 páginasDimensões13,72 x 3,3 x 21,59 cmCapaLivro brochura (paperback)PreçoR$ 104, na Amazon, em janeiro de 2022Avaliação WineFun

O post WineFun avalia: “Ancient Wine: The Search for the Origins of Viniculture” apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.