Xinomavro: conheça a uva tinta grega que vem ganhando mais destaque

Apesar da longa história de sua viticultura, a Grécia ainda é um país relativamente desconhecido no que diz respeito às suas uvas autóctones. Com exceção da Assyrtiko, variedade branca que ganhou projeção internacional nas últimas décadas, pouca gente conhece a enorme diversidade de uvas originárias da região. Mas isso está mudando, e a Xinomavro começa a assumir um papel de destaque.

Esta variedade tinta, plantada sobretudo no norte da Grécia (com destaque para as regiões de Naoussa, Amynteo e Goumenissa), é hoje reconhecida como a mais promissora uva tinta da terra de Alexandre, o Grande. Ela dá a origens a vinhos estruturados e de forte intensidade aromática, com grande potencial de evolução.

Origem e nome

A origem da Xinomavro é o norte da Grécia, muito possivelmente a região da Macedônia. Embora seja potencialmente muito mais antiga, as primeiras menções com este nome datam do século XVI, quando já era reconhecida como uma variedade de alta qualidade. Do ponto de vista genético, pesquisadores descobriram que ela é uma descendente direta da Gouais Blanc, também “mãe” de variedades como Gamay, Chardonnay, Romorantin e Blaufränkisch.

Embora tenha uma variedade branca como ascendente direta, o nome Xinomavro deriva das palavras xino (azedo) e mavro (preto). No entanto, sua casca não possui uma tonalidade particularmente tão rica (tem uma concentração de antocianinas relativamente baixa) para fazer jus ao nome, dando origem a vinhos de concentração média.

Características

É uma uva com videiras extremamente vigorosas, por isso o gerenciamento de rendimento é fundamental para a qualidade. É uma variedade de colheita tardia, que necessita de altas temperaturas e cuidados no sistema de condução para garantir boa maturidade. Apesar de resistente a diversas doenças, a Xinomavro pode ser sensível ao míldio, oídio e deficiência de potássio.

Com folhas grandes e abundantes, seus cachos são compactos, longos e de tamanho médio. As uvas também são de tamanho médio, com formato esférico, cascas grossas e ricas em polifenóis, além de polpa suculenta.

Vinhos e estilos

A Xinomavro é uma variedade bastante versátil. Por conta de sua elevada acidez, além de utilizada na produção de vinhos tintos secos tranquilos, é usada também na elaboração de rosés, espumantes (sobretudo blanc de noir) e vinhos de sobremesa, tanto semi-secos como doces, além de destilados.

Seus tintos secos, porém, são seu ponto alto. São vinhos complexos, com o olfativo marcado por aromas distintos de frutas vermelhas e negras (sobretudo ameixas), com notas florais, de azeitonas, tomate seco, ervas verdes, tabaco e nozes. No palato, são vinhos de alta acidez, taninos presentes e corpo médio. Mostram grande potencial de evolução e são muitas vezes vinificados com estágio em carvalho, ressaltando esta característica.

Área plantada e nomes alternativos

Segundo dados da OIV, a área plantada de Xinomavro ao redor do mundo, em 2015, era de 2.166 hectares, totalmente concentrada na Grécia. A título de comparação, esta é uma área não muito distinta do que é plantado mundialmente com uvas como Graciano ou Nerello Mascalese. Na Grécia, a concentração maior fica no norte do país, sobretudo na Macedônia, com vinhedos de menor porte na Tessália.

Apesar de sua relativamente baixa dispersão geográfica, é uma variedade que possui diversos outros nomes. Segundo o catálogo da Universidade da California – Davis, são eles: Csinomavro, Mavro, Mavro Naoussis, Mavro Naoustino, Mavro Xyno, Naouses Mavro, Naoussis Mavro, Naoustiano, Naoystiro Mavro, Negroska Popolka, Niaousa, Niaoustino, Niaoysa, Niaoystino, Niasoustino, Nraoysa, Pipoliko, Pipolka, Popoliko, Popolka, Xinogaltso, Xynomavro, Xynomavro Bolgar, Xynomavro Naoussis, Xynomavro of Naousa, Xynomavron, Zinomavro e Zynomavro.

Fontes: Foundation Plants Services Grapes, UC Davis; Distribution of the World´s Grapevine Varieties, OIV; Wines of Greece; Plantgrape; Decanter; Guildsomm

Imagem: Wines of Greece

O post Xinomavro: conheça a uva tinta grega que vem ganhando mais destaque apareceu primeiro em Wine Fun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.